24 de Fevereiro de 2018
Cabeceiras de Basto | 26-11-2014
Por: Redacção
PS fraturado tem nova comissão política em Cabeceiras
Domingos Machado
Na sequência da vitória de Joaquim Barreto para a distrital do PS, tornando-se assim sendo líder da mesma, o mesmo encontrava-se assim em situação de incompatibilidade com a posição de líder da concelhia.

Desta forma, um novo presidente da comissão política tinha de ser encontrado para assumir o lugar deixado de vago por Barreto. Em sequência desta situação, na última reunião da comissão política a 13 de Outubro no auditório da Casa do Tempo, Domingos Machado, número 2 de Barreto na comissão política, assumiu a presidência da mesma. Segundo informou o PS de Cabeceiras, respeitando os estatutos, Domingos Machado assumiu o cargo diretamente, sem haver eleição por tratar-se do número dois da lista eleita em Dezembro de 2013. No entanto, esta nova comissão não foi assumida de uma forma harmoniosa no seio da comissão politica do PS, aliás, poderá mesmo dizer-se que decorreu sob um ambiente de fratura interna. Fonte do Partido Socialista de Cabeceiras comunicou à redação que não estiveram presentes na reunião da comissão em sinal de protesto Fernando Basto, atual presidente da Junta de Freguesia de Abadim, a vereadora Isabel Coutinho, Catarina Ramos, o presidente da Junta de Alvite Hélio Vaz e ainda Francisco Pereira.

A mesma fonte indicou que estas ausências revelam um mau estar interno provocado pela posição de Barreto contra alguns membros da comissão política, nomeadamente contra a vereadora Isabel Coutinho por esta ter apoiado abertamente António José Seguro nas recentes primárias nacionais. Por seu turno a vereadora tem sofrido recentemente pressões para se demitir da presidência das Mulheres Socialistas, crendo-se que se trata de uma tentativa de perseguição pela mesma razão apontada anteriormente. Para além disso, as informações que chegaram à redação revelam que a reunião da comissão politica de 3 de Dezembro se desenrolou em ambiente de elevada tensão, com Joaquim Barreto protagonizando fortes críticas à atuação de China Pereira enquanto Presidente da Câmara. Em causa estará a recente visita de António José Seguro a Cabeceiras em plena campanha para as primárias nacionais, sobre a qual Barreto ‘atirou’ a China Pereira que este deveria ter pedido autorização para trazer Seguro a Cabeceiras. Para além disso, a fonte do PS local informou que toda a reunião demonstrou um profundo desrespeito pela presidência da Câmara e pelo seu presidente, confundindo o partido com aquele órgão soberano e autónomo.

Achou esta notícia interessante?
Comentários (0)




Anónimo:



opinião demarcada
Vídeo em Destaque
Este vídeo foi apresentado no oitavo aniversário da adbasto (Associação de Desenvolvimento Técnico-Profissional das Terras de Basto), e conta, visual e oralmente, a história desta associação.
Notícias
  • Últimas
  • + lidas
  • + comentadas
  • + votadas
edição impressa