22 de Fevereiro de 2018
Mondim de Basto | 13-08-2014
Por: Redacção
Milhares confirmam grandiosidade da Noite dos Romeiros
A noite encheu-se com milhares de "romeiros" em Mondim.
Foram milhares de foliantes que se juntaram às dezenas de grupos de “romeiros” que encheram as artérias da vila de Mondim de Basto na passada noite de 24 de Julho, a já muito ansiada “Noite dos Romeiros de S. Tiago”, que a Câmara Municipal instituiu há anos para recuperar aquela ancestral Romaria.

A verdade é que a “Noite dos Romeiros” cumpriu, mais uma vez, a tradição religiosa e etnográfica dos milhares de fiéis que, no passado, vinham de muito longe, para cumprir uma magnífica jornada de agradecimento, de súplica e louvor, à Senhora da Graça. Quem assistiu ao desfile de grupos de gente bem trajada, vindos dos quatro cantos do concelho e da região, com os seus fartos farnéis, cantares e danças tradicionais não pôde deixar de ficar extasiado. Foi usufruir da “Noite dos Romeiros” pela primeira vez não esconder a surpresa com tão grandioso evento na Região. A tradição que se renovou há poucos anos veio para ficar e cresce de ano para ano, atraindo cada vez mais participantes e curiosos que anseiam por regalar as vistas e as barrigas com a animação e arrebatar algum do bom “comer e beber” pela noite dentro. Um grupo de estreantes de Cabeceiras, com quem falamos, diz ter ficado contaminado com o espírito de partilha que invadiu as ruas e pracetas de Mondim, provando das mais deliciosas iguarias regionais, trazidas em ombros e à cabeça pelas mulheres e homens em devoção. Foi assim a música, que brotou dos violões, concertinas e tambores, embalo para a boca, ora ocupada pelo riso, ora pelo fumeiro regional, os bolinhos de bacalhau, a inebriante broa caseira, empurrada vinho verde fresquinho a pintar as gargantas.

À parte da folia informal, a Câmara Municipal organizou um desfile de grupos, atribuindo prémios aos melhores representantes da “mística” romeira, cumprindo o rigor dos trajes, dos farnéis, do cancioneiro tradicional, das danças, do percurso e da devoção. O desejo que fica é que a “Noite dos Romeiros” se torne um grande cartaz regional, talvez comparável ao “Pinheiro” em Guimarães. No próximo ano, o calendário é bem mais favorável, com a noite de 24 de Julho a acontecer de sexta para sábado.

Festas do Concelho estendem-se com a XII Feira da Terra até 3 de Agosto


A “Noite dos Romeiros” fez a abertura das festas em Mondim. No fim de semana prolongado pelo feriado municipal de 25 de Julho, dia de São Tiago, os foliantes que acorreram àquela vila puderam  ainda assistir a vários bailinhos populares na Praceta de Via Cova, a um despique de bandas filarmónicas e ao III Festival Internacional de Folclore de São Tiago. A Câmara Municipal aproveitou ainda para associar às festas, a celebração dos 500 anos dos Forais Manuelinos. Em sessão solene, o Município homenageou o comendador Albano Parente, um mondinense radicado no Brasil, condecorado com a Medalha da Ordem do Mérito pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, pelos seus pelo desenvolvimento do Colégio Santa Mónica. A obra de Aníbal Parente conta com uma Rede e  Centro Educacional com 13 unidades que reúnem 13.500 alunos, desenvolvendo projetos sociais, atribuindo bolsas de estudo e colaborando com creches, orfanatos, abrigos para idosos e unidades de atendimento a pessoas com deficiência. Já no fim de semana de 31 de Julho a 3 de Agosto, decorre a 12.ª edição da Feira da Terra, rematando assim as Festas do Concelho.

Achou esta notícia interessante?
Comentários (0)




Anónimo:



opinião demarcada
Vídeo em Destaque
Este vídeo foi apresentado no oitavo aniversário da adbasto (Associação de Desenvolvimento Técnico-Profissional das Terras de Basto), e conta, visual e oralmente, a história desta associação.
Notícias
  • Últimas
  • + lidas
  • + comentadas
  • + votadas
edição impressa