22 de Fevereiro de 2018
Celorico de Basto | 11-08-2014
Por: Redacção
Quinta Santa Cristina investe um milhão de euros
Visita à nova adega
A Quinta de Santa Cristina, em Celorico de Basto, está preparada para uma capacidade de vinificação de um milhão de litros de vinho verde. Mas, a curto prazo, pode chegar a um milhão e meio. Até lá, prepara-se a saída para o mercado, nacional e internacional, de dois espumantes, o Rosé e o Tinto.

Uma nova aposta dos vinhos Santa Cristina, que, segundo António Pinto, visa a afirmação de uma marca que “seja dominante e reconhecida no país”.

O empresário celoricense falava na apresentação e visita à nova adega de Santa Cristina, realizada hoje, sexta-feira (por sinal, feriado municipal no âmbito das festividades em honra de S, Tiago), marcada pela presença de diversas personalidades empresariais, eclesiais, associativas e políticas, entre os quais, o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, o vereador Carlos Peixoto e o padre Parcídio (pároco da freguesia de Veade).

Com nove anos de existência, a Quinta de Santa Cristina apostou forte na criação de uma adega moderna essencialmente pensada nos vinhos brancos (atualmente, já produz meio milhão de litros), com uma área construída de aproximadamente 1800 metros quadrados, cujo investimento rondou um milhão de euros.

Os vinhos Santa Cristina, de acordo com o enólogo Jorge Pinto, traçou uma estratégia de produção de vinhos “de gama média-alta”, considerando tratar-se de um bom produto na relação preço/qualidade.

Criada em 2004 pela vontade comum de diferentes entidades, a Sociedade Agrícola Garantia das Quintas dedica-se preferencialmente à elaboração e comercialização de vários produtos na área da vitivinicultura. A vasta vinha, com 40 hectares de produção em proteção integrada, está situada maioritariamente no concelho de Celorico de Basto.

Texto e fotos: Francisco Magalhães Costa (FMC)

Achou esta notícia interessante?
Comentários (0)




Anónimo:



opinião demarcada
Vídeo em Destaque
Este vídeo foi apresentado no oitavo aniversário da adbasto (Associação de Desenvolvimento Técnico-Profissional das Terras de Basto), e conta, visual e oralmente, a história desta associação.
Notícias
  • Últimas
  • + lidas
  • + comentadas
  • + votadas
edição impressa