24 de Fevereiro de 2018
Cabeceiras de Basto | 11-08-2014
Por: Redacção
3º Ralli Sprint Cabeceiras de Basto – do sucesso ao azar em alta velocidade
Cartaz alusivo ao evento
Uma "enchente de pessoas" assistiu à Super Especial.

No primeiro fim-de-semana de agosto, o 3º Rali Sprint Cabeceiras de Basto 2014, prova pontuável para o Campeonato Intermunicípios Norte, arrancou com uma Super Especial nocturna e no dia seguinte com uma tripla passagem por um troço em asfalto, que percorreu uma parte da mítica classificativa da Cabreira do Rally de Portugal.

Numa ação de promoção do Rali Sprint de Cabeceiras de Basto, esteve patente uma exposição dos carros de competição dos pilotos cabeceirenses em frente à Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto durante todo o dia 27 de julho. No início deste rali, organizado pelo Motor Clube de Guimarães, Team Baia e pelo Clube de Praticantes de ralis de Basto, estavam inscritas 48 equipas, algumas delas espanholas.

O evento teve o seu início no sábado, dia 2 de agosto, com a realização da Super Especial nocturna na vila sede do concelho de Cabeceiras de Basto. Com um traçado exigente e espectacular, a Super Especial revelou-se um verdadeiro sucesso na noite de sexta-feira, atraindo uma enchente de público à zona envolvente à Central de Autocarros, de acordo com dados fornecidos pela organização. Esta Super Especial foi disputada por todos os participantes com três voltas ao percurso, perfazendo uma distância de 2.2km, proporcionando muitas emoções aos adeptos do automobilismo.

No dia seguinte, disputaram-se as restantes classificativas com tripla passagem pela PEC da Cabreira. Este ano, a classificativa iniciou-se na freguesia de Bucos, terminado junto ao aeródromo de Abadim, com uma extensão total de aproximadamente 11 km. Este é um troço muito atraente para os amantes dos ralis, sendo um troço muito técnico pois os seus 11 km conseguem proporcionar aos pilotos vários tipos de traçado. O segundo dia estaria completo ao fim de 3 PEC, no entanto a última PEC foi anulada após um aparatoso despiste seguido de incêndio com o carro nº 26, de Nuno Silva e José Machado. A tripulação, após rápida intervenção dos Bombeiros Cabeceirenses, teve de ser desencarcerada, tendo sido disponibilizados todos os meios humanos e materiais desta corporação e do INEM, sendo mesmo utilizado um Helicóptero para transportar o piloto para o Hospital de Braga. O Co-piloto está, segundo informações, a recuperar sem graves mazelas. Porém o piloto numa situação que entristece todos os aficionados dos automóveis, faleceu no Hospital de Braga.

No final, o evento conseguiu animar o comércio local, lotando residenciais, casas de turismo rural e fazendo com que a restauração tivesse um afluxo de pessoas muito maior do que o normal. De realçar, que em 48 participantes, 14 destas equipas são constituídas por pilotos Cabeceirenses. Um facto que em conjunto com a enchente de público de sábado à noite, demonstram que Cabeceiras de Basto é uma terra de amantes dos ralis. Esta prova contou com o apoio da Câmara Municipal, Junta de Freguesia de Abadim, Conselho Diretivo de Baldios de Abadim, diversos patrocinadores locais e com a excelente e preciosa colaboração dos Bombeiros Cabeceirenses e da Guarda Nacional Republicada - Posto Territorial de Cabeceiras de Basto.

Achou esta notícia interessante?
Comentários (0)




Anónimo:



opinião demarcada
Vídeo em Destaque
Este vídeo foi apresentado no oitavo aniversário da adbasto (Associação de Desenvolvimento Técnico-Profissional das Terras de Basto), e conta, visual e oralmente, a história desta associação.
Notícias
  • Últimas
  • + lidas
  • + comentadas
  • + votadas
edição impressa